Volkswagen Amarok: saiba um pouco mais sobre essa picape!

A Amarok foi a primeira picape comercializada no Brasil pela Volkswagen. E essa aposta resultou em uma combinação inteligente e ousada de resistência e conforto, força e conectividade.

À frente dos seus principais concorrentes e dispondo de uma tecnologia diferenciada e acima da média, a nova versão surpreende também pelo seu design elegante e moderno, com linhas e curvas que realçam a grandeza de seu arrojo.

Quer saber mais sobre essa picape? Então continue a leitura!


Principais características da Amarok

O amplo espaço interno e a maior caçamba do mercado — 1,55 m de comprimento por 1,62 m de largura — fazem da Amarok uma das maiores do segmento. Para se ter uma ideia, a caçamba consegue transportar um palete padrão Euro.

E mesmo com sua carga total, a picape não perde em nada quanto ao desempenho, superando seus obstáculos seja nas partidas em rampa ou nas inclinações laterais.

Isso é possível por conta da transmissão automática de 8 velocidades e das 3 opções de condução e tração 4×4 permanente  — que permite maior aderência ao solo e maior segurança nas curvas, evitando arraste lateral — além, é claro, do seu motor 2.0 Biturbo de 180 cv.

Maior segurança

Essa picape é ideal para quem “pega no pesado”, mas não abre mão da segurança. Isso porque ela conta com o sistema de freio ABS com função off-road, o que transforma a experiência de rodar fora do asfalto muito mais segura.

Esse sistema permite o acúmulo de pequenos materiais em frente às rodas, com um ligeiro travamento que maximiza a frenagem.

Tecnologia de ponta

Outra característica que atribui mais segurança em determinadas condições é a presença do assistente eletrônico. Em caso de descida, ele evita que o carro embale e perca o controle, dispensando o uso dos freios.

Além disso, todas as versões possuem acionamento automático dos freios em caso de detectar uma primeira colisão, evitando, assim, outras situações consideradas de risco.

Versão Highline

Essa é uma ótima escolha para quem busca conectividade e praticidade, sem deixar de lado o conforto e a esportividade. A seguir, saiba mais sobre essa versão e as diferenças entre ela e a Trendline.

Highline x Trendline

Ambas as versões chamam a atenção por possuírem itens de série diferenciados, mas fundamentais para a segurança e a comodidade na hora de dirigir. Podemos citar o controle eletrônico de estabilidade, o controle automático de descida e o assistente para partida em subida.

Quanto às diferenças entre as duas versões, destacamos as rodas que passam das 17″ na Trendline para 18″ na Highline. Esta última também possui aditivos como:

  • faróis bi-xenon com luz de condução diurna com LED;
  • display multifuncional que deixa seu interior mais moderno, com tela touchscreen de 6,3″ para navegação e App-Conect que conecta seu smartphone perfeitamente nesse sistema de navegação integrado;
  • bancos do passageiro e do motorista com ajustes elétricos para uma regulagem mais precisa, oferecendo o máximo de conforto.

Além desses, outro adicional da versão Highline é que as trocas de marchas — precisas e seguras — podem ser feitas manualmente pelas aletas disponíveis no volante, tornando a experiência de dirigir mais prazerosa.

Com tantos adjetivos, fica difícil destacar um que faz da Amarok a melhor opção do mercado na categoria, mas uma coisa é certa: o usuário terá sensações únicas de prazer, segurança e força como em nenhuma outra picape.

Curtiu este post? Então aproveite para descobrir também se vale a pena comprar um carro a diesel.

Comentários - Deixe o seu

Comentários

Post a comment