Qual a quilometragem recomendada para comprar carros usados?

Comprar carros usados é uma forma mais barata de realizar o sonho de possuir um veículo próprio ou de adquirir aquele modelo que sempre quis por um preço que caiba no bolso. São vários os fatores aos quais o futuro proprietário deve se atentar no momento da escolha do carro de segunda mão, e entre os mais importantes está a quilometragem. Qual é a ideal? E porque isso é tão importante? Essas e outras respostas você confere nos tópicos logo abaixo.

Confira os principais lançamentos do mercado automotivo em 2016

Necessidade de revisões

Uma das questões a serem verificadas na compra de veículos usados é a necessidade de revisões. A maioria das montadoras possui em seu manual a quilometragem recomendada para que as revisões sejam realizadas. Se o veículo escolhido ultrapassou o número ou o período informados, a compra pode acabar saindo mais cara em função da revisão ficar por sua conta, que nem sempre tem um valor baixo. Caso não consiga comprar um carro usado que está abaixo dos 10.000 quilômetros rodados, considere a possibilidade de desembolsar mais algum dinheiro caso as revisões não estejam em dia.

Vida útil das peças

Outro fator que interfere na ideia de comprar carros usados, e que está diretamente relacionado à quilometragem, é o tempo de uso das peças no que diz respeito à distância que já foi percorrida pelo veículo escolhido. Saiba que peças como correia do motor, embreagem, pneus, sonda lambda e discos de freio, entre outros, precisam ser substituídos ao longo do tempo, conforme indica o manual do fabricante, ou de acordo com os indícios de desgaste, como ruídos e mau funcionamento. Peça ajuda a um mecânico de confiança para lhe ajudar nessa tarefa.

Como anda o mercado de seminovos em São Paulo?

Em caso de possível revenda

Não existe uma quilometragem específica que indicará a partir de qual momento o carro passará a valer menos no caso de tentar vendê-lo. Isso vai depender, principalmente, do estado da carroceria e dos componentes internos, das manutenções terem sido feitas no tempo correto e do estado de conservação geral do veículo.

Como definir o preço de carros usados para uma venda?

Existe alguma recomendação geral quanto a quilometragem na hora de comprar carros usados?

Como dissemos nos tópicos anteriores, os aspectos gerais de conservação e cuidado serão muito mais importantes na sua decisão do que a quilometragem em si, mas existe uma consenso a respeito dos gastos com o veículo nesse sentido. A partir dos 60.000 quilômetros rodados, em qualquer veículo, a atenção com as peças necessita ser mais constante e, consequentemente, os gastos com a compra de peças de reposição e com serviços de mão de obra tendem a ser mais constantes.

• 5 dicas de segurança ao transferir a documentação do carro

Outros aspectos a serem considerados

Pesquise no mercado quais são as marcas e modelos com as peças mais confiáveis e duráveis, atitude que pode fazer toda a diferença na sua escolha. Desconfie de veículos usados com os valores muito abaixo do que indica a tabela Fipe, pois, apesar de parecerem uma boa oferta, poderão estar escondendo verdadeiros “micos”, como problemas judiciais ou mecânicos irrecuperáveis.

Quer receber mais conteúdo como esse? Então não deixe de curtir nossa página no Facebook e ficar sempre por dentro das novidades!


PESSOAS LERAM TAMBÉM…

Definir preço de carros quando você deseja vendê-los não é algo muito comum. Trocar o seu veículo ou precisar passá-lo para a frente por necessitar do dinheiro é algo que raramente ocorre, e por causa disso são comuns as dificuldades em precificar o seu veículo na hora de anunciar.  Clique aqui e leia mais!

Comentários - Deixe o seu

Comentários