O que fazer com o seguro automotivo na hora de trocar de carro?

Trocar de carro é sempre um momento de muitas expectativas. Seja por que a família aumentou, ou por ter recebido aquele aumento de salário que permitirá a realização do sonho. Mas nessa hora alguns detalhes importantes precisam de atenção. E uma dessas questões é o que fazer com o seguro automotivo.

Preparamos um guia prático que vai te orientar sobre o que fazer para transferir o seu seguro sem dificuldades e garantir a segurança do seu carro novo.

Venda de carros usados: tudo o que você precisa saber – #LeiaMais


Informe à seguradora sobre a mudança

Antes de tudo, você deve informar a sua seguradora sobre a mudança de carro. Você deverá solicitar a alteração de dados da apólice, que pode ser chamada de endosso ou aditamento. Esse procedimento deve ser feito toda vez que houver mudanças que afetem seu contrato, como alteração de endereço, de condutor, forma de uso do veículo, etc.

É importante estar com o novo carro registrado em seu nome, uma vez que o a transferência do seguro só pode ser feita para o mesmo proprietário. Fique atento, pois sem a realização desse procedimento seu seguro fica suspenso e você fica sem cobertura.

Esteja atento às diferenças de valores na hora de trocar de carro

Há várias razões que podem influenciar no custo final do seu seguro após a fazer a alteração de dados. Vamos ver alguns deles.

6 ótimas dicas para vender seu carro usado rapidamente – #LeiaMais

Valor do novo veículo

Um dos principais fatores considerados pelas seguradoras para avaliar o valor final do contrato é o valor de mercado do veículo a ser segurado. Por isso, o valor do novo veículo certamente empurrará os números do seguro pra cima ou para baixo

Franquia e prêmio

Para diferentes modelos de carro, as seguradoras estipulam diferentes valores de franquia e prêmio. Lembrando que franquia é o valor com que o segurado deve arcar no caso de sinistro e prêmio é o valor pago pelo contrato de seguro.

4 dicas para fazer transferência de carro – #LeiaMais

Outras alterações

Caso o seu novo carro também signifique algumas mudanças de hábito, ou mesmo a inclusão de algum condutor, os valores também poderão se alterar. Informe corretamente à sua seguradora sobre a forma de uso do veículo para não acabar ficando sem cobertura.

Caso o valor final da sua apólice fique maior, você deverá efetuar o pagamento da diferença. Mas, se no final das contas ficar mais barato, é a seguradora que deverá te devolver o que você pagou a mais.

Faça um seguro automotivo na medida

Você pode aproveitar o momento da alteração de dados para fazer as alterações que desejar em seu contrato e deixá-lo do jeito que você precisa.

Para conseguir um valor final do seguro mais em conta, você pode pensar em aumentar o valor da sua franquia. É uma boa opção para motoristas mais prudentes e com menor histórico de sinistros. Também é possível reduzir a cobertura de danos provocados à terceiros e outros serviços adicionais.

Lembre-se que em todo esse processo você pode contar com a ajuda de seu corretor de seguros. Ele poderá intermediar sua comunicação com a seguradora, garantindo que você fará sempre o melhor negócio em seguro automotivo.

Descobriu como trocar de carro e transferir o seguro automotivo com tranquilidade? Se ainda tiver alguma dúvida, deixe pra gente nos comentários.


LEIA TAMBÉM…

Transferência de veículo:
Como fazer sozinho?

Saiba por aqui como fazer esse processo de forma mais simples e fácil com a gente nessa postagem a seguir:
 Clique Aqui!

Comentários - Deixe o seu

Comentários