IPVA 2017: é melhor parcelar ou pagar à vista?

Fim de ano é uma época maravilhosa: décimo terceiro salário, festas e confraternizações, presentes. Mas eis que janeiro chega e com ele diversas contas para pagar: IPTU, material escolar, uniforme… E no que diz respeito a carros e motos não é diferente, pois é necessário pagar o IPVA. Mas é melhor pagar o IPVA 2017 à vista ou parcelar? Confira as dicas a seguir antes de tomar sua decisão!

Qual valor compensa mais?

É sabido que quando se paga o valor do IPVA à vista se obtém um desconto. Isto é um incentivo dado pelo governo para que os proprietários de veículos automotivos paguem o imposto o quanto antes.

Mas será que este é o valor que representa a melhor economia ou será que é melhor investir em algo que renda mais que o desconto dado? Vamos aos cálculos para descobrir!

Suponhamos o seguinte valor de IPVA para um veículo qualquer:

Valor à vista: R$1223,59

Valor da parcela (3x): 420,10

Pagando à prazo, o valor total do IPVA é, portanto, R$1260,39. Isto representa uma diferença de R$36,71, ou cerca de 3% do valor total.

Agora suponhamos que você prefira pagar parcelado mesmo com essa diferença e invista este dinheiro em um CDB de um banco qualquer e que esse investimento renda mais ou menos 9,3% ao ano, já descontando todas as taxas e impostos. Isto equivale a um rendimento de 0,745% ao mês.

No primeiro mês, o valor investido é a diferença entre o valor total (R$1223,59) e a primeira parcela (R$420,10), ou seja, R$803,49. No segundo mês o valor no CDB será de R$809,48 e você precisará retirar o valor da segunda parcela, restando apenas R$389,38.

Partindo para o terceiro mês, o valor do CDB será de R$392,28. Isto não é suficiente nem para pagar a última parcela! Portanto você teria que complementar com R$27,82 para terminar de pagar o IPVA 2017.

Veredito

Se formos falar apenas do valor, com certeza compensa o pagamento à vista pois, mesmo investindo o dinheiro, o valor final acaba saindo maior.

Lógico que o exemplo dado é bem genérico e que cada um precisa fazer as próprias comparações, mas a sequência de cálculo é a mesma!

Contudo, é preciso ressaltar que o valor final não deve ser o único fator levado em consideração.

O que mais considerar?

A escolha da forma de pagamento é algo muito pessoal e que depende do perfil de cada um.

Se você tem o dinheiro em mãos e pode pagar à vista, prefira, pois além do desconto isto evita possíveis esquecimentos e  consequentes multas. Mas lembre-se que começo de ano é uma época com muita saída de dinheiro e que imprevistos podem acontecer.

Agora se você não tem como pagar à vista nem esquente a cabeça. Evite se endividar e principalmente: estabeleça uma regularidade nos pagamentos. Se organize financeiramente!

Percebe? Ambas formas de pagamento possuem suas vantagens e desvantagens e vão do conhecimento de cada um decidir qual é o ideal. E aí, vai pagar o IPVA 2027 como?

Se você gostou das dicas não deixe de compartilhar com seus amigos para que todos possam começar  o ano com o pé direito!

Comentários - Deixe o seu

Comentários