Dicas para viagem longa com seu PET

Viajar com o melhor amigo é muito bom, no entanto mais do que colocar malas, passageiros e pets no carro, é preciso lembrar que eles tem necessidades especiais ao viajar, sobretudo se for de carro. Cães sofrem com o balanço do veículo, com a desidratação, e com o stress. Muito diferente dos seres humanos, cães e gatos se sentem desequilibrados com o barulho, ou mesmo com o balanço do veículo, algo que nós já estamos acostumados. Por isso, para muitos animais domésticos, viajar pode se tornar um martírio, se o dono não tomar os cuidados necessários. Por isso vamos mostrar alguns cuidados para você ter com o amiguinho na hora de viajar:


travel

No Rio de Janeiro, há várias opções de passeio, por exemplo, o Parcão da Lagoa, e restaurantes como o Joaquina, com infraestrutura para receber o seu pet. Fora do Brasil, também há boas dicas em Miami e Nova Iorque (Estados Unidos), e até para viver um ‘dia de cão’, no bom sentido, em Paris. Em resumo, mais do que pensar em “si”, cães e gatos precisam de cuidados para viajar e de uma programação especial para que também possam curtir ao lado do dono os bons momentos juntos, especialmente quando o assunto é viagem de automóvel.

Para viajar com seu bicho de estimação é necessário:

  • Ter toda a documentação do animal, registro, carteira de vacinação e, para viagens aéreas, atestado do veterinário com até 10 dias de antecedência da data do voo;
  • Companhias aéreas, além do atestado, exigem que o pet tenha mais de quatro meses de idade, e que seja transportado em caixas específicas;
  • Em ônibus, o animalzinho também irá nessa caixa, no bagageiro. Verifique, então, se o local tem conforto e segurança;
  • No carro, leve água fresca e ração. No caso de líquidos, ofereça um pouco de água a cada hora de viagem. Caso ele fique agitado no carro, pare pois pode ser momento de urinar;
  • Pare de três em três horas ou sempre que o animal ficar irritado, latir ou começar e se agitar mostrando desconforto. O pet também terá de usar cinto de segurança específico para ele, o que não será tarefa fácil em alguns casos.
  • Animais pequenos devem ser transportado nas caixinhas específicas, especialmente gatos que podem ficar agressivos rapidamente, o que pode causar insegurança nas viagens de carro. Compre uma caixa maior que seu tamanho, para que ele fique confortável e evite transportá-lo no porta malas.
  • Ao fazer a reserva no hotel, confirme quais as condições para levar o bichinho, se ele pode ficar no quarto ou se existe espaço específico para ele no estabelecimento. Lembre que não é obrigatório permitir a presença de animais em hoteis. Isso deve ser visto com antecedência.

E aí, você tem alguma outra dica para quem vai levar o amiguinho para viajar de carro?
Deixe nos comentários…e Boa Viagem!

Comentários - Deixe o seu

Comentários