Como realizar a lavagem de motos de forma correta

Você já pensou na importância de fazer uma lavagem de motos correta? Pense no seguinte cenário: depois de uma semana de trabalho árduo, você resolve passar a tarde de domingo cuidando da sua moto, o seu principal meio de locomoção.

Porém, no outro dia, o seu veículo simplesmente não liga, e você terá que gastar o seu suado dinheiro com mecânicos e com um táxi para que você consiga chegar ao trabalho a tempo.

No post de hoje, vamos te mostrar como passar longe dessa situação, ensinando como fazer a lavagem de motos em casa, com todas as etapas e cuidados necessários para que a sua moto sempre esteja pronta para a ação!

Lavar em casa x Levar a um lava-rápido

Em um primeiro momento, pode parecer mais cômodo simplesmente levar o seu veículo em uma oficina ou outros tipos de lugares que fazem esse serviço. Entretanto, isso tem um preço e um longo período de espera.

Lavar a sua moto você mesmo é uma forma mais econômica e rápida, além de permitir que você conheça mais sobre as peças que a compõem.

Além disso, em alguns lava-rápidos há o costume de lavar a moto com água pressurizada, pulverização de querosene ou água quente, o que pode causar algum tipo de dano na sua máquina.

Como fazer a lavagem de motos

Por mais que seja divertido lavar a sua própria moto, é necessário tomar alguns cuidados e passar por algumas etapas para que ela não seja danificada ou até mesmo nem ligue.

Por isso, explicaremos 5 etapas que farão com que você consiga deixar a sua moto totalmente limpa e funcional.

Lave na sombra

Além de fazer com que você passe mal ou adquira queimaduras, deixar a sua moto muito tempo exposta ao sol, principalmente no momento de lavagem, poderá causar danos em sua pintura e nas partes de plástico caso a espuma feita pelo sabão seque.

Faça a limpeza de cima para baixo

A gravidade pode ser sua aliada na hora de lavar a sua moto: limpar primeiramente as partes superiores e laterais do seu veículo fará com que a espuma e a água escorram pelo resto da moto, facilitando a lavagem das partes mecânicas.

Comece limpando as carenagens, painéis e as lentes. Depois, dê prioridade ao banco e à área da placa, pois são locais que normalmente acumulam uma grande quantidade de sujeira.

Use os produtos certos

Tenha cuidado na hora de escolher os produtos que farão parte da limpeza. Utilize xampus específicos para a lavagem de veículos, e nada de tentar utilizar a força bruta para tirar os resíduos mais resistentes, principalmente da parte mecânica.

Experimente utilizar um pincel para eliminar a graxa e impurezas com um pouco de querosene. E não esqueça de repor novamente, pois, sem a graxa, esses componentes ficarão mais expostos às impurezas.

Não se esqueça das rodas

As rodas são outras partes que podem ter um grande acúmulo de resíduos, principalmente se você costuma se locomover por estradas de terra.

Para esses locais, utilize um pano com xampu e querosene (materiais abrasivos não são indicados para limpar partes brilhantes). Já as bengalas precisam ser limpas com uma bucha ou pincel.

Seque a sua moto

Depois de tudo limpinho, é hora de secar a sua moto. As partes plásticas, bem como as lentes, podem ser limpas com um pano macio. Depois, saia para dar uma rápida volta para que o conjunto mecânico e os freios fiquem enxutos.

Viu como pode ser simples e rápido fazer a lavagem de motos? Com esses pequenos cuidados, você terá uma moto limpa gastando pouco, além de aprender mais sobre esse veículo tão interessante. Gostou do texto? Então assine a nossa newsletter e não perca mais nenhum conteúdo do nosso blog!

Conheça o Feirão Motociclismo – Venda a sua moto no próximo domingo.
www.autoshow.com.br/feirao/motociclismo

Comentários - Deixe o seu

Comentários

Post a comment