Como comprar um carro financiado e obtendo as melhores taxas?

A solução para muitos brasileiros na hora de comprar um carro é o financiamento. Com ele o consumidor consegue adequar um gasto mensal que encaixe em sua renda familiar e ao mesmo tempo usufruir da comodidade que é ter um carro próprio. Porém, é preciso tomar muito cuidado ao contratar um financiamento para não gastar mais do que o necessário. O mercado do financiamento para veículos hoje conta com inúmeras opções: os principais bancos, financeiras, montadoras e as próprias lojas de carros oferecem financiamento para o cliente. Diante disso, fazendo uma boa pesquisa é possível economizar na hora de fechar o seu financiamento e sair de carro novo. Quer saber mais sobre como conseguir as melhores taxas? Veja a seguir:


 

O vilão do financiamento

A grande desvantagem do financiamento é o famoso e temido juros. Essa taxa é cobrada mensalmente pela instituição que oferece o financiamento e eleva bastante o custo efetivo final do carro. Os juros para financiamento atualmente circulam em torno de 1,6% ao mês e, segundo o Banco Central, já chegaram a atingir variações de até 3% no mercado. As variações acontecem devido a alguns fatores como quantidade de parcelas, valor total do carro, valor de entrada dentre outros, e podem fazer uma diferença enorme para o cliente.

Exemplo de cálculo

Para demonstrar o impacto que a taxa de juros pode causar no valor final do seu carro vamos apresentar um exemplo:

Encontramos hoje no mercado a oferta de financiamento com taxa de juros de 1,4% ao mês no banco X, para um valor de R$25.000,00, divididos em 60 parcelas, o que daria uma parcela de R$618,63 e um custo total de R$37.117,80, ou seja, R$12.117,80 seria o valor pago de juros.

Já o banco Y, também encontrado no mercado atual, nos oferece uma taxa de 1,8% ao mês para os mesmos R$25.000,00 divididos em 60 meses. Com estas condições nossas parcelas sairiam por R$684,80 e um custo total de R$41.088,00, ou seja, R$16.088,00 de juros, R$3.970,20 a mais por 0,4% de diferença na taxa de juros.

Percebeu o quanto é importante e impactante na hora de contratar?

revisao-de-contrato-e-financiamento-de-veiculos-oconciliador

Como conseguir uma taxa melhor?

Agora que vimos o peso da taxa de juros no valor final que vamos gastar com o carro, podemos tomar algumas precauções e pesquisar melhor antes de escolher onde e como iremos adquirir este financiamento.

Uma medida que pode fazer a taxa abaixar um pouco — lembre-se de que o pouco no final das contas pode ser um bom dinheiro! — é pagar um valor de entrada maior do que o previsto. Recomenda-se que seja dado um valor de 30% a 40% do valor do carro, financiando o restante. Desta maneira, os bancos e financeiras costumam reduzir na taxa de juros cobrada.

Outra medida é a negociação. Gerentes e vendedores muitas vezes têm total liberdade de trabalhar com a taxa de juros para alavancar vendas. Sendo assim, use isto e negocie o máximo possível. Lembre-se, ainda, de comparar as taxas de vários bancos antes de fechar contrato, certo?

Tenha em mente que cada 0,1% pode fazer muita diferença, portanto pesquise bastante e consiga a melhor taxa de financiamento para o seu carro novo! E se você ficar com dúvidas, ou quiser compartilhar a sua opinião, deixe o seu comentário!


Vale a pena financiar um carro? 

#LEIAMAIS MATEL

Comentários - Deixe o seu

Comentários