6 dicas para valorizar seu carro na hora da venda!

Apesar de toda a crise que passa o Brasil, o mercado de carros usados está a todo vapor. Com a redução do IPI, muita gente comprou carros 0Km e veículos seminovos foram para o mercado. Com o aumento do IPI, ficou mais vantajoso comprar um carro com um ou dois anos de uso do que pegar um novinho na concessionária. Muitas vezes, a pressa em conseguir o dinheiro da venda do usado pode ser uma armadilha. O veículo pode ser vendido por um valor menor do que ele poderia valer se alguns cuidados fossem tomados. A pergunta que se faz é: vale a pena gastar dinheiro com um carro antes de vender?

Se o carro é mais básico e tem grande volume de vendas, a concorrência com outros usados em melhor estado dificultará encontrar alguém que pague um bom preço. Se o carro é um sedã, o comprador vai preferir que o veículo esteja em perfeito estado. É melhor pagar um pouco mais caro que ter a amolação de pegar o carro e ir direto a oficina mecânica.

Se você quer conseguir um bom negócio, confira algumas dicas para valorizar seu usado na hora da venda:


CONSERVAÇÃO

Mantenha o carro sempre conservado. Tome os cuidados necessários com a pintura e manutenção. Faça as trocas de óleo nas quilometragens corretas. Não deixe acumular pequenos reparos. Faça todas as revisões e guarde todos os comprovantes de manutenções. Desta forma, o seu carro vai se manter em boas condições, evitando que tenha que você tenha que gastar uma fortuna para consertar tudo de uma vez quando for vender.

Visual

O possível comprador vai ter a primeira impressão a partir do visual do seu carro. Se a lataria está em boas condições, a pintura está brilhando, o interior está bem cuidado e não existem imperfeições aparentes, é sinal de que o dono era alguém responsável e cuidava bem do veículo.

Peças e Equipamentos

Procure sempre manter as peças originais. Itens customizados e não originais, costumam desvalorizar o veículo. Rodas de aro maior devem ser retiradas e as originais devem ser colocadas de volta, assim como volantes, pedais, manoplas e outros acessórios tunning.

Manual e Chave Reserva

Veículos que ainda estão em garantia do fabricante devem estar acompanhados de seu manual com todos os carimbos de revisões obrigatórias. A chave reserva é um diferencial na hora da revenda. Na concorrência entre veículos de mesmo valor e estado de conservação, o que tiver manuais e chave reserva sai ganhando.

Limpeza Interna

O veículo deve estar um brinco na hora de ser apresentado para o possível comprador e acredite: isso faz muita diferença e deixa até o carro com cara de novo. Estofamentos não devem conter manchas e é importante não deixar os bancos de couro ressecarem. As partes plásticas podem ser limpas com um limpa-vidro, que remove a sujeira, sem deixar a superfície engordurada. Em botões de comando e áreas com pintura, tome cuidado, pois esse produto pode apagar a tinta. Cuidado, também, com odores estranhos. Um odorizador custa pouco e ajuda a dar o aspecto de carro com cheirinho de novo.

Lanterna e Faróis

Se a parte interna estiver com poeira, desmonte e limpe com água e sabão neutro para não manchar. Essa simples atitude pode dar a impressão que eles são novos e, com certeza, fará aumentar o valor do seu automóvel na hora da venda.

Com esses cuidados será bem mais fácil conseguir uma venda melhor. No mais, não tenha muita pressa e espere a melhor negociação.


Agora que você já sabe como preparar seu veículo para uma boa venda,
que tal ANUNCIAR ONLINE e COMPRAR INGRESSOS para participar do maior Feirão de usados?

logonovo

VENDER

Comentários - Deixe o seu

Comentários