5 dicas para vender seu carro no Feirão

Chega uma hora que vender o carro usado é preciso. Seja para simplesmente trocar por um novo ou por qualquer outra necessidade, uma forma prática de realizar a venda é nos feirões de automóveis. Realizados em todo país, os feirões são uma grande oportunidade tanto para o vendedor quanto para o comprador.


– Como o meu carro poderá ser vendido em um feirão?

Há duas formas do seu carro acabar sendo oferecido em um feirão. A primeira é procurar uma loja que realize feirões e vender para ela. Essa é a melhor saída para pessoas que não têm muita vocação para venda, não possuem tempo para participarem do feirão ou não querem ter gastos com a revisão do veículo. Como a venda é para a loja, ela comprará da maneira que o carro estiver, descontando o valor que será gasto com a revisão e depois encaminhará o carro para o feirão. Se essa for a escolha, a relação de venda será do proprietário com a loja. Embora prático, na maioria das vezes o valor recebido pelo carro é bem menor do que se a venda fosse direta.

A outra maneira, que costuma ser mais vantajosa, é o próprio dono levar o veículo e realizar a negociação. Nesse caso, alguns cuidados especiais são necessários.

– Dicas para vender seu carro no feirão:

1- Dívidas e multas

Você precisará comprovar que seu carro está livre de multas e dívidas. Para isso, solicite o documento no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), usando o número Renavam. Caso o carro esteja com dívidas e você não tenha como pagá-las, pode tentar negociar com o comprador e descontá-las no valor final do veículo para que ele use o dinheiro do desconto para quitar os débitos.

2- Lavagem e polimento

Um carro sujo e todo descuidado definitivamente não é atrativo. Você até pode levá-lo dessa maneira, mas será mais difícil de realizar a venda e poderá até desvalorizar o veículo. Por isso, é bom deixar tudo bem limpo, menos o motor. O motor é uma parte que está quase sempre suja e a sujeira ajuda até a identificar vazamentos.

Quando ele está muito limpo, o comprador pode ficar desconfiado.

3- Manutenção

Quem faz a manutenção preventiva deixa o veículo em melhor estado de funcionamento e consequentemente o valoriza. O comprador entende que um carro bem cuidado é garantia de uma vida útil mais longa e de menor desgaste dos componentes. Ter em mãos os comprovantes dessas manutenções e revisões periódicas, bem como notas fiscais de peças trocadas, é uma maneira de provar ao comprador que o carro está bem cuidado e com toda a parte mecânica em dia, valorizando-o e facilitando a venda.

4- Revisão

Dias antes do feirão é interessante que você faça uma revisão completa do veículo para garantir que ele está com tudo em dia. Leve o comprovante dessa revisão com você. O custo é baixo e o resultado é bom, pois o comprador se sente mais seguro. Se preferir, realize também a perícia automotiva para que possa apresentar o laudo no feirão.

5- Propaganda

Coloque uma placa de “vende-se” contendo os dados do seu carro como ano, modelo, preço e telefone para contato no Feirão. O ideal é que você fique sempre por perto dele para conversar com interessados e tirar todas as dúvidas.


autAGORA VOCÊ JÁ ESTÁ POR DENTRO DAS DICAS PARA REALIZAR A VENDA DO SEU CARRO
NO FEIRÃO DE USADOS.

O Feirão Auto Show é uma ótima opção para você realizar a venda do seu veículo.
Acesse o site www.autoshow.com.br e conheça um pouco mais sobre o maior feirão de usados do país.

Confira as facilidades e praticidades que o Auto Show oferece para seus clientes:

compraingresosANUNCIOONLINECOMPARAROFERTAS

 

Comentários - Deixe o seu

Comentários