5 dicas para escolher a cor do carro usado

Você está em busca de um carro usado, mas não sabe como escolher as melhores cores, que o ajudarão a filtrar os anúncios que você irá ver?

Você não está só, cada modelo possui uma gama de opções pré-definidas, mas, ao contrário de um carro zero, onde você pode encomendar aquela que mais te agrada, no usado, a escolha é limitada pelos veículos anunciados, que podem variar tanto em tons sóbrios, como Prata e Preto, quando em cores mais exclusivas, como amarelo.

Nem sempre é fácil decidir quais dela considerar. Por isso, elaboramos 5 dicas para você escolher a cor do carro usado, confira

1. Analise se a cor combina com o carro

Ao lançar um novo carro, as montadoras disponibilizam várias opções de cores, sendo que algumas tem aceitação garantida, como Preto, Prata e Branco, 3 das cores mais valorizadas no mercado, e outras são disponibilizadas como forma de chamar a atenção para o novo produto nas ruas, a dita “cor de lançamento”, muitas vezes uma cor vibrante e que durará pouco tempo no mercado — e que nem sempre combina com o perfil do carro que você busca.

O amarelo, por exemplo, cai bem em compactos e esportivos, mas não em sedans de luxo, com perfis mais executivo e que aceitam bem o azul-escuro. Por isso, procure analisar a mensagem que a cor do carro usado passa: ela condiz com o perfil deste veículo?

2. Verifique se é uma cor fácil de manter

Ao escolher a cor do carro usado, é importante se preocupar com a manutenção dela. Enquanto alguns tons, como Branco e Preto, mostram a sujeira com facilidade, exigindo limpeza mais frequente, outras são melhores nisso, como Cinza e Marrom, que ocultam riscos e arranhões com mais facilidade.

3. Examine o desgaste da cor do carro usado

Aquela cor que era bonita quando o veículo era zero, pode não ter o mesmo impacto em um carro usado. Muitas tonalidades apresentam um desgaste maior do que outras com o tempo, é o caso do azul-marinho e do vermelho, cores que, se não forem bem cuidadas, ficam opacas e, muitas vezes, exigem uma repintura ou polimento constante para manter o brilho. Já outros tons, como o Cinza Chumbo, mantém a aparência de novo por mais tempo

4. Leve a segurança em consideração

A cor de um carro também influência na direção defensiva, aumentando a segurança dos ocupantes e demais motoristas. Isso acontece principalmente em cores mais claras, como vermelho e branco.

Aliás, não é a toa que essas duas cores são utilizadas pelos veículos de Bombeiros e Resgates, elas capturam a atenção do olhar de forma automática, ajudando a prevenir possíveis problemas no trânsito e se destacando do asfalto.

Além disso, as cores mais comuns nos automóveis, como Preto e Cinza, são as mais visadas por ladrões, tanto pela facilidade de revenda quando por permitir se misturar no trânsito sem chamar a atenção.

5. Siga as dicas acima, mas seus gostos também

Escolher a cor do carro usado é um processo que exige equilibrar todos os fatores aqui listados: segurança, revenda, manutenção, porém também é importante não esquecer as suas preferências pessoais.

De nada adianta você optar por um carro branco se não gosta dessa cor. Assim, procure filtrar, entre todas as opções, aquelas se enquadram nas suas necessidades, como uma cor que dê pouco trabalho de manter, não esquente demais e faça com que ele seja fácil de revender, por exemplo.

Tenha uma lista de 3 cores que se encaixam em todas as dicas e também no seu gosto e saia em busca do seu próximo carro

Aqui, na Auto Show você encontra, o carro dos seus sonhos com a cor ideal para você. Acesse o nosso site e confira!

Comentários - Deixe o seu

Comentários

Post a comment