5 cuidados antes de colocar a venda seu carro

O brasileiro é apaixonado por carros. Quem aí não conhece uma pessoa que cuida do seu veículo como se fosse um grande tesouro, limpando com cuidado, usando produtos caros e morrendo de ciúmes toda vez que alguém cogita dirigi-lo? Esse zelo, somado aos altos preços dos veículos zero quilômetro faz com que o valor de revenda dos seminovos seja bastante atrativo, rendendo bons negócios. Mas para conseguir isso, é preciso tomar certos cuidados antes de colocar o carro à venda. Quer descobrir quais são eles? Confira no texto a seguir:


VERIFIQUE SE SEUS DOCUMENTOS ESTÃO LEGÍVEIS

Muitos proprietários ficam sem olhar seus documentos, que ficam guardados na carteira ao longo do ano. Porém, eles podem sofrer danos, rasgos, serem molhados e ficarem ilegíveis. Se for o caso, você precisa providenciar uma segunda via no DETRAN e só então proceder com os trâmites da transferência.

REGULARIZE MULTAS, DPVAT E IPVA

Você não poderá efetuar a transferência do veículo se não estiver com todas suas obrigações em dia. Se existem multas pendentes ou IPVAs e DPVATs atrasados, será necessário que você arque com os custos e deixe tudo em dia, senão a documentação de transferência não poderá ser finalizada.

Você pode negociar abatimentos ou pagamento com o futuro comprador, mas realmente só poderá concluir o negócio quando tudo estiver devidamente quitado.

COMBINE OS VALORES E FORMAS DE PAGAMENTO

Outro cuidado ao vender um carro é certificar-se de ter a negociação combinada e acordada antes de dar início aos procedimentos de transferência. Por isso, cheque os dados para a transferência bancária, se for o caso. Apenas conclua a transação quando receber seu pagamento.

Cuidado com a transferência da documentação

Para concluir a transação, você precisa preencher completamente o Certificado de Registro do Veículo, o CRV, e colocar a data precisa da venda. É indispensável reconhecer firma da sua assinatura num cartório e jamais entregue esse documento em branco ao futuro comprador ou para despachantes. Evite a surpresa ao receber multas e débitos do futuro comprador porque a transferência não foi realizada corretamente. Todo cuidado é pouco.

Tire uma cópia autenticada de toda documentação do carro

Esse é outro procedimento que o proprietário deve ter antes de colocar seu carro à venda: não se esqueça de tirar uma cópia autenticada de toda a documentação da negociação. Esse cuidado é importante, pois, ao concluir a venda, é preciso entregar a cópias desses documentos ao DETRAN ou no CIRETRAN de sua cidade num prazo de 30 dias após a assinatura do documento no protocolo geral. Por lei, o novo dono terá 30 dias a partir da data de venda para efetuar a transferência e, se isso não for feito, o antigo dono pode solicitar o bloqueio de veículo. Isso vai protegê-lo de qualquer problema e evitar todo tipo de dor de cabeça que o novo dono poderia lhe causar.

Com esses cuidados você poderá efetuar a venda do seu veículo sem temer problemas com o novo proprietário. É preciso estar em dia com o DETRAN e tomar as atitudes necessárias para que tudo corra bem. Seja proativo e evite dores de cabeça.



AGORA QUE VOCÊ JÁ SABE OS PROCEDIMENTOS PARA VENDA, QUE TAL ANUNCIAR SEU CARRO OU IR ATÉ UM FEIRÃO? ASSIM, SUAS CHANCES DE VENDER AUMENTAM AINDA MAIS!!!

Você já conhece o Feirão Auto Show?
aut (1)

Indicamos como o melhor lugar para compra e venda de veículos usados.
SAIBA MAIS EM WWW.AUTOSHOW.COM.BR 

Comentários - Deixe o seu

Comentários