4 dicas de segurança ao comprar um carro usado

Como o preço dos veículos novos costuma ser impeditivo para boa parte das pessoas, comprar um carro usado é uma prática muito comum em nosso país. No entanto, para que esse tipo de transação seja bem-sucedida, é fundamental seguir algumas dicas de segurança.

Com alguns cuidados extras, você pode fazer um excelente negócio e ainda sair dirigindo o automóvel que sempre sonhou. Quer aprender a fazer isso? Então confira as nossas dicas!

1. Consulte o site do DETRAN

O primeiro passo para ter mais segurança ao comprar um carro usado é utilizar a internet a seu favor e checar alguns dados no site do DETRAN. Com o número da placa do automóvel, você pode entrar na página oficial do órgão e checar alguns itens muito importantes para evitar dores de cabeça no futuro.

Você deve verificar, por exemplo, se o veículo é verdadeiro e não se trata de um clone. Para isso, cheque se as características estão de acordo com as informações visualizadas. Também é possível descobrir se existe alguma pendência a ser paga, como multas ou parcelas do IPVA em aberto.

2. Verifique a documentação

O passo seguinte é verificar se a documentação do veículo está em dia. Comece dando uma boa olhada no próprio documento e veja se ele parece original, com uma impressão condizente com a qualidade do DETRAN e as mesmas características de cor e relevo. É nesse momento também que você deve comparar o nome do dono com o RG do vendedor, para ver se são a mesma pessoa.

Veja se todas as informações estão batendo, como o modelo, a cor, a numeração da placa, ano de fabricação, a cidade de origem, a cilindrada do motor etc. Não hesite em perguntar ao proprietário caso haja alguma discordância ou erro. Se tudo estiver correto, você pode seguir em frente.

3. Faça uma inspeção rigorosa

Agora é hora de fazer uma bela inspeção no veículo. O ideal é contar com a presença de um profissional mecânico de confiança ou uma pessoa que entenda de automóveis. No entanto, se isso for inviável para você, é possível observar alguns pontos cruciais para evitar a existência de problemas ou vícios ocultos.

Você pode começar com a parte externa verificando se existem diferenças entre as portas ou se existem mossas e amassados. Uma pintura recente também pode indicar que há uma tentativa de disfarçar algo como uma batida. Outro ponto crucial é usar o olfato e ver se o estofado está com um cheiro ruim: isso indica que o carro pode ter enfrentado uma enchente, por exemplo.

4. Teste o automóvel

A última das dicas de segurança ao comprar um carro usado é fazer o famoso test drive. Jamais dê dinheiro ou sequer fala uma proposta antes disso, pois esse é o momento mais crucial que vai indicar se existe algum problema mais sério ou não no automóvel. Dê uma volta e acelere para ver se há algum ruído no motor ou perda de potência.

Ao fazer curvas, veja se a direção está macia; nas retas, cheque se puxa para os lados. Analise também se o sistema de frenagem está sendo eficiente ou se existe cheiro de queimado. Um escapamento soltando fumaça excessivamente ou de coloração escura, por sua vez, pode ser sinal de óleo sendo queimado junto ao combustível.

Essas são algumas dicas de segurança ao comprar um carro usado! Gostou do conteúdo? Então siga nossos perfis no Facebook, no Instagram e no Google Plus.

Comentários - Deixe o seu

Comentários

Post a comment